Estudos mostram que Cigarros Electrónicos prejudicam a saúde oral

Publicado em 28/03/2017

Estudo sugere que os cigarros electrónicos são tão prejudiciais para gengivas e dentes como cigarros convencionais.

o-MARLBORO-ELECTRONIC-CIGARETTE-facebook-site.jpg

 

A doença periodontal é caracterizada por inflamação crónica dos tecidos de suporte dos dentes. Um dos factores de risco, comprovados cientificamente, para esta doença, é o tabagismo.

Que o tabaco convencional representa graves riscos para a saúde, já é ponto assente. Mas, quanto aos cigarros electrónicos?

O primeiro estudo científico a abordar e-cigarros (ou cigarros electrónicos) e o seu efeito prejudicial sobre a saúde oral, foi realizado na Universidade de Rochester, Nova Iorque.

A popularidade dos cigarros electrónicos continua a crescer entre fumadores, sendo estes utilizados como uma alternativa saudável aos cigarros convencionais. Anteriormente, pensava-se que os produtos químicos encontrados no fumo do cigarro eram os culpados por trás dos efeitos adversos à saúde, mas um crescente número de dados científicos, incluindo este estudo, sugere o contrário.

 O estudo expôs tecido gengival humano aos vapores de cigarros electrónicos e concluiu que, quando os vapores de um e-cigarro são queimados, as células libertam proteínas inflamatórias, o que, por sua vez, agrava a pressão intraceluar, resultando em danos que podem levar a várias doenças orais

Também se descobriu que os produtos químicos aromatizantes, alguns mais do que outros, aumentam os danos celular.

É importante lembrar que e-cigarros contêm nicotina (tal como os cigarros convencionais), que contribuiu para a doença periodontal.

A opção mais saudável continua a ser excluir o tabaco do seu dia-a-dia!

 

Fonte: University of Rochester Medical Center. "First-ever study shows e-cigarettes cause damage to gum tissue." ScienceDaily. ScienceDaily, 16 November 2016.

+ VOLTAR ÁS NOTICIAS




Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização