Terapia endodôntica vital

Tratamento executado por Dr. Alexandre Goulão

Nos últimos anos a medicina dentária tem evoluído muito, e tem sido uma evolução no sentido de se tornar cada vez menos invasiva. Casos em que há 40 anos provavelmente teríamos de extrair um dente devido a uma "dor de dentes" por uma cárie muito profunda, neste momento conseguimos tratar sem ter que fazer sequer uma "desvitalização"


Neste caso que mostramos, verifica-se uma cárie muito profunda que provocava dores de dentes intensas derivado de uma inflamação da polpa dentária - o "nervo" do dente. 
Tratamos o caso de forma menos invasiva possível: foi feita a remoção do tecido de dente afectado pela carie, a de polpa dentária removida parcialmente - somente a porção afectada pela doença  - e o restante tecido de polpa foi mantido "vivo". Foi aplicado um material que permite recuperar a estrutura interna do dente e o dente foi restaurado no seu exterior com material de resina composta de estética semelhante ao remanescente do dente

silvania-da-conceicao-rodrigues-ribeiro-sr--(14-04-2017-12h06).jpg

Situação inicial

A área deliniada mostra a porção de dente afectada por doença de cárie dentária, com afectação da polpa  - o "nervo" do dente. 

Esta situação estada a provocar dores intensas na paciente. 

+ VER MAIS
silvania-da-conceicao-rodrigues-ribeiro-sr--(14-04-2017-12h54).jpg

Situação Final

Após o tratamento endodôntico vital, em que se removeu toda a cárie e porção de polpa afectada, mas mantendo o remanescente são com vitalidade. Evitou-se uma "desvitalização", o que oferece um conjunto de vantagens na longevidade do dente no futuro. 

+ VER MAIS
 

Acordos e parcerias

Temos acordos e parcerias com diversas entidades. Para consultar lista completa clique aqui

Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização